Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Stephen King Livros – Torre Negra’

Stephen King – A Torre Negra


Mais um dos grandes escritores de meu interesse é Stephen King, sou leitor assíduo e colecionador de livros dele e estou praticamente em dia com minhas leituras. Além disso, coleciono DVDs baseados em sua obra, brevemente estarei comentando a respeito. Venho agora trazendo comentários sobre a série Torre Negra, para quem gostou de ler O Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien , ler Stephen King é também um prato cheio de emoções.

Veja abaixo, as sinopses de cada um dos livros disponibilizados pela editora Objetiva quando da publicação de cada livro.

Torre Negra: o Pistoleiro, A – vol. 1 – 224 páginas
Este livro é o primeiro dos sete volumes de série A Torre Negra, obra mais ambiciosa do escritor Stephen King. O Pistoleiro apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam “seguiu adiante”. Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e verdadeira obsessão para Roland, seu Cálice Sagrado, sua única razão de viver. O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o homem de preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá-lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso. Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet – ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao seu. Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas o pistoleiro não conseguirá chegar sozinho ao fim da jornada que lhe foi predestinada. Na verdade, sua aventura se estenderá para outros mundos, muito além do Mundo Médio, levando-o a realidades que ele jamais sonhara existir.

Torre Negra: a Escolha dos Três, A – vol. 2 – 416 páginas
Com incansável imaginação, Stephen King dá continuidade à magistral saga épica A Torre Negra. A Escolha dos Três, segundo volume da série, lança o protagonista Roland de Gilead em pleno século XX, à medida que ele se aproxima cada vez mais de sua preciosa Torre Negra, sede de todo o tempo e de todo o espaço. Um derradeiro confronto com o homem de preto revela a Roland, nas cartas de um baralho de tarô, aqueles que deverão ajudá-lo em sua busca pela Torre Negra: o Prisioneiro, a Dama das Sombras e a Morte. Para encontrá-los, o último pistoleiro precisará atravessar três intrigantes portas que se erguem na deserta e interminável praia do mar Ocidental. São portas que o levam a um mundo diferente do seu, em outro tempo, de onde ele deverá trazer seus escolhidos: Eddie Dean, um viciado em heroína; Odetta Holmes, uma bela jovem negra que perdeu as pernas em um medonho acidente e sofre de misteriosos lapsos de memória; e o terceiro escolhido, a Morte, que vai embaralhar mais uma vez o destino de todos. A primeira porta o leva à Nova York dos anos 1980 e a Eddie Dean. A segunda transporta o pistoleiro à mesma cidade, mas dessa vez na década de 1960. A Dama das Sombras que Roland encontra atrás //dessa segunda porta é Odetta Holmes. Roland e Eddie não demoram a descobrir que a mente de Odetta abriga também a malévola Detta Walker, num evidente distúrbio de dupla personalidade. Com o terceiro escolhido, A Morte, as cartas tornam a se embaralhar e a busca de Roland pela Torre Negra sofre uma nova e imprevisível reviravolta.

Torre Negra: as Terras Devastadas, A – vol. 3 – 528 páginas
Com este novo título da saga épica A Torre Negra, entramos mais uma vez no reino de uma das imaginações mais poderosas de nossa época: a do escritor norte-americano Stephen King. Neste romance emocionante, Roland, o último Pistoleiro, se aproxima ainda mais da Torre Negra de seus sonhos e pesadelos – atravessando um deserto amaldiçoado em um mundo macabro que é uma imagem distorcida do nosso próprio mundo. Junto com Roland estão dois daqueles que ele levou consigo para esse universo: o ex-viciado nova-iorquino Eddie Dean e Susannah, nova identidade da mulher que combina em um mesmo corpo duas personalidades distintas. À sua frente estão as extraordinárias revelações sobre quem ele é e o que o motiva em sua busca. E contra ele se perfila uma legião cada vez mais numerosa de inimigos, humanos ou não. À medida que o ritmo da ação e aventura, da descoberta e do perigo se acelera cada vez mais, o leitor é irremediavelmente absorvido por um drama espetacular ao mesmo tempo assustador como um pesadelo… e estranhamente familiar.

Torre Negra: Mago e Vidro, A – vol. 4 – 816 páginas
A estranha e inesquecível odisséia de Roland de Gilead em busca da Torre Negra continua. No quarto volume da série imaginada por Stephen King, novos perigos ameaçam o destino de Roland. Mago e Vidro retoma a eletrizante narrativa interrompida em As Terras Devastadas. Depois de enfrentar a terrível ameaça do monotrilho Blaine, o último pistoleiro e seus seguidores desembarcam na cidade de Topeka, no Kansas, e retomam o caminho do Feixe de Luz que conduz à Torre Negra. Roland revela então aos companheiros a história de seu passado, e a trágica perda de seu grande amor de juventude, a bela Susan Delgado.

Torre Negra: Lobos de Calla, A – vol. 5 – 744 páginas
Lobos de Calla é o tão esperado volume V da série A TORRE NEGRA, um épico de Stephen King que narra a estranha e inesquecível odisséia de Roland de Gilead em busca da Torre Negra. Neste volume, o herói Roland e seu grupo de pistoleiros vão parar na cidade de Calla, que está prestes a ser atacada pelos Lobos – cavaleiros mascarados que surgem uma vez a cada geração para roubar metade das crianças do local e devolvê-las semanas depois, física e mentalmente incapacitadas. Enquanto isso, na Nova York de 1977, a Corporação Sombra planeja atacar o terreno baldio onde floresce a Rosa, manifestação da Torre Negra no mundo atual.

Torre Negra: Canção de Susannah, A – vol. 6 – 408 páginas
Penúltimo dos sete volumes da obra mais ambiciosa de Stephen King, este livro é muito mais do que uma eletrizante história de suspense. Também é uma revelação – e uma chave fascinante para o desenrolar do mistério da série A Torre Negra. Sobre a coleção:. Inspirada no universo imaginário de J.R.R. Tolkien e repleta de referências à cultura pop, às lendas arturianas e ao faroeste, a série mistura ficção científica, fantasia e terror numa narrativa que forma um verdadeiro mosaico da cultura popular contemporânea. Seus volumes reúnem todos os temas sobre os quais o autor escreveu ao longo de sua carreira, até o limite da meta-ficção quando – em A Canção de Susannah – a vida real do próprio Stephen King se mistura à trama do livro.

Torre Negra, A – vol. 7 – 872 páginas
Passaram-se 33 anos e mais de 4.000 páginas, traduzidas em mais de 40 países, foram escritas: tudo em busca da Torre Negra. Ambientada em um mundo extraordinário, repleto de imagens magníficas e personagens inesquecíveis, a série A Torre Negra é diferente de qualquer outra leitura. Este, o 7º e último volume, é uma porta que se abre para as extensões mais longínquas da imaginação de Stephen King.”O homem de preto fugia pelo deserto e o pistoleiro ia atrás”. A série começa com essa frase de assinatura, imortalizada no papel quando Stephen King tinha 19 anos e fazia faculdade. Foi numa aula sobre os poetas românticos que o escritor conheceu o poema épico “Childe Roland to the Dark Tower Came”, do inglês Robert Browning.Esta é uma das principais fontes de inspiração da série A Torre Negra, além da trilogia O Senhor dos Anéis e do filme The Good, The Bad and the Ugly (Três Homens em Conflito)? sendo que o Homem Sem Nome, papel de Clint Eastwood no filme, inspirou o personagem de Roland.Partindo dessas fontes, King percorreu um longo caminho, cheio de portas e mundos, que aqui chega ao fim? ou será que é o começo? Neles, o pistoleiro Roland é obcecado por uma enorme corrente de energia que emana da torre que ele busca, e que precisa ser resgatada, pois está enfraquecendo.No decorrer da saga, Roland recruta um viciado em drogas, uma mulher sem pernas, um padre amaldiçoado e um “filho”, além de um animal híbrido, o trapalhão Oi, para ser seu ka-tet, ou bando. Este o acompanhará na missão para achar? E salvar? A torre das mãos do Rei Rubro e seus aliados, cuja missão é a destruição da torre e do mundo.”Já escrevi romances e contos suficientes para encher um sistema solar da imaginação, mas a história de Roland é meu Júpiter? um planeta que faz de anão todos os outros…”, declarou Stephen King a respeito da série A Torre Negra. “Somente agora estou chegando a entender que o mundo de Roland na verdade contém todos os outros de minha criação”.

Anúncios