Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Maria Rita Mariano’

Robeto Carlos e Maria Rita – CD e DVD Hebe Camargo


O excelente blog do Mauro Ferreira trouxe a seguinte notinha que envolve Roberto Carlos em CD de estúdio de Hebe Camargo e Maria Rita em futuro DVD também de Hebe Camargo.

Hebe estreia na Sony com CD e registro de DVD

Doze anos após retomar sua carreira de cantora na extinta gravadora PolyGram (atual Universal Music) com o disco Pra Você, lançado em 1998, Hebe Camargo debuta na Sony Music com a edição de CD de estúdio, Hebe Mulher, e com gravação ao vivo de DVD – já agendada para 27 de outubro de 2010 na casa Credicard Hall, em São Paulo (SP), com participações dos cantores Daniel, Maria Rita, Paula Fernandes, Chitãozinho & Xororó, Fábio Jr. e Bruno & Marrone. Guto Graça Mello assina a produção musical. Antes de gravar seu primeiro DVD, a apresentadora de TV lança na primeira quinzena de outubro o CD Hebe Mulher, que traz a participação realmente especial de Roberto Carlos em Você Não Sabe. O repertório inclui regravações de sucessos de Rita Lee (Saúde), Taiguara (Universo do teu Corpo), Zeca Baleiro (Lenha), Sandra de Sá (Bye Bye Tristeza), Maria Bethânia (Tocando em Frente) e de Roberto Carlos (Eu Preciso de Você), amigo de Hebe.

Anúncios

Maria Rita – Amort até o fim


O excelente blog do Mauro Ferreira trouxe a seguinte notinha sobre Maria Rita:

Dois na bossa: Maria Rita cai no samba com Gil
“(Ela) Suinga que nem a mãe!”, elogiou Gilberto Gil, com afetuosa dose de exagero, ao fim da participação de Maria Rita na gravação de seu DVD BandaDois, no segundo dos dois shows feitos no Teatro Bradesco (SP), em 28 e 29 de setembro de 2009, para gerar o registro ao vivo do vídeo, nas lojas em novembro em edição do selo Geléia Geral e com distribuição da Warner Music. Com um vestido brilhante, fora de sintonia com o refinamento despojado da apresentação acústica, a cantora caiu no samba com Gil para reviver Amor até o Fim, tema do compositor que foi lançado em 1966 por sua mãe, Elis Regina (1945 – 1982), com suingue que pode ser comprovado na gravação incluída no segundo dos três volumes do disco Dois na Bossa, divididos pela Pimentinha com Jair Rodrigues. Sem querer mostrar que pode reeditar as divisões de Elis, saudada em cena por Gil antes do número (“Elis comandava o espetáculo nos anos 60. Todos eram loucos por ela”), Maria Rita reafirmou sua técnica impecável e cantou Amor até o Fim sentada, em registro vocal suave, com direito a floreios e improvisos no fim, numa fina sintonia com Gil. Sim, Maria Rita (vista na gravação em foto de Mauro Ferreira) também suingou…

Maria Rita – Perfil

O excelente blog do Mauro Ferreira noticiou a seguinte notinha que menciona Maria Rita, veja a matéria na integra abaixo:

31 de julho de 2009

Maria Rita ganha primeira coletânea em agosto

Sem álbum programado para o ano de 2009, Maria Rita ganha a primeira coletânea, editada dentro da série Perfil, da Som Livre. Com 16 faixas extraídas dos três álbuns gravados pela cantora entre 2003 e 2007, a compilação estará à venda por R$ 26,90 no início de agosto. Eis a seleção do CD dedicado a Maria Rita na boa série Perfil:
1. A Festa2. Tá Perdoado3. Cara Valente4. Caminho das Águas5. Encontros e Despedidas6. Num Corpo Só7. Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)8. Menina da Lua9. Casa Pré-fabricada10. Maltratar Não É Direito11. Santa Chuva12. Corpitcho13. Feliz14. O Homem Falou – com Velha Guarda da Mangueira15. Recado16. Samba Meu

Maria Rita – Que Maravilha

O excelente blog do Mauro Ferreira em noticiou a seguinte notinha que menciona nova gravação de Maria Rita, veja a matéria na integra abaixo:

Julho 26, 2009

Maria Rita regrava Ben Jor no Baile do Simonal

Maria Rita (à direita em foto de Trippoli) tem participação já confirmada no Baile do Simonal, o show em tributo ao cantor Wilson Simonal (1938 – 2000) que vai ser gravado ao vivo pela EMI Music para gerar CD e DVD. A cantora ficou com a função de reviver Que Maravilha, parceria bissexta de Toquinho com Jorge Ben Jor. O show está agendado para 11 de agosto de 2009, na casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro (RJ). O CD e DVD vão sair em outubro.

Maria Rita – Bewitched

O excelente blog do Mauro Ferreira em <http://blogdomauroferreira.blogspot.com/> noticiou a seguinte notinha que menciona gravação nova gravação de Maria Rita, Erasmo Carlos, Seu Jorge, Zélia Duncan entre outros, veja a matéria na integra abaixo:

Julho 22, 2009
Rennó verte produção judia para vozes da MPB

Carlos Rennó verteu para o português músicas norte-americanas compostas por judeus. Com arranjos de Jaques Morelenbaum, as versões poderão ser ouvidas no CD Nego, cujo lançamento está previsto para agosto de 2009. Maria Rita (em foto de Tripolli) figura no elenco do álbum como a intérprete de Bewitched (tema da dupla Richard Rodgers e Lorenz Hart). Rennó e Morelenbaum recrutaram nomes como Zélia Duncan (Over the Rainbow), Gal Costa (My Romance, com participação de Carlinhos Brown), João Bosco (Ol’ Man River), Erasmo Carlos (Summertime) e Seu Jorge (Strange Fruit), entre outros. O CD já está (inteiramente) gravado.

Maria Rita – A Turma da Pilantragem

O excelente blog do Mauro Ferreira <http://blogdomauroferreira.blogspot.com/> trouxe uma nota sobre o novo CD de Ed Motta que traz uma participação de Maria Rita, veja nota na integra abaixo, assim como a foto disponibilizada no blog do mesmo:

Ed faz ‘Piquenique’ com Maria Rita e Rita Lee

Décimo álbum de inéditas de Ed Motta, Piquenique alinha os nomes de Maria Rita e de Rita Lee na ficha técnica. Maria Rita gravou participação na faixa A Turma da Pilantragem, tributo ao grupo dos anos 60 liderado pelo cantor Wilson Simonal (1938 – 2000). Já Rita Lee contribuiu para o repertório com Nefertiti, única música do disco que não traz a assinatura de Ed (Nefertiti é o nome de um dos gatos de Rita). Em Piquenique, o cantor estreia parceria com sua mulher, Edna Lopes, letrista de faixas como Nicole Versus Cheng e Pé na Jaca (cujo arranjo inclui o baixo de Liminha). Edna se inspirou em histórias em quadrinhos e no cinema noir para escrever algumas letras. O álbum – que foi gravado no estúdio caseiro de Ed e vai ser masterizado nos Estados Unidos por Herb Powers – tem lançamento previsto para agosto de 2009, um ano depois de seu antecessor Chapter 9. Na foto acima, extraída do blog do site oficial de Ed, o cantor posa com os co-produtores do álbum, Mario Léo (à esquerda) e Silvera.

Maria Rita – Participação Inédita – Basta de Clamares Inocência

O excelente blog do Mauro Ferreira em http://blogdomauroferreira.blogspot.com/ acabou de divulgar a existência de mais uma participação inédita de Maria Rita, veja a matéria na integra abaixo:

Maria Rita protagonizou um dos momentos mais emocionantes do show coletivo idealizado em tributo aos 100 anos de Cartola (1908 – 2008) e apresentado na noite de segunda-feira, 13 de outubro de 2008, num Canecão (RJ) lotado. Já com sua própria identidade delineada no mundo da música, a cantora se permitiu cantar uma música lançada por sua mãe, Elis Regina (1945 – 1982), e saudou o centenário do grande compositor com uma irretocável interpretação de Basta de Clamares Inocência, o samba-canção que Cartola deu a Elis para ser gravado no álbum Essa Mulher, editado pela gravadora Warner Music em 1979. Com a habitual segurança, Maria Rita defendeu a música num registro vigoroso que mereceu justa ovação da platéia. Exceto num especial produzido pela Rede Globo sobre a vida da Pimentinha, no qual cantou Essa Mulher, Maria Rita nunca havia entoado em público música do repertório de Elis Regina. Seu número honrou Cartola…