Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Luiz Ayrão’

Luiz Ayrão – Meus Ídolos & Eu


A Editora Scortecci está publicando de Luiz Ayrão – Meus Ídolos & Eu que tem a seguinte sinopse:

Em Meus Ídolos & Eu o autor se coloca, modestamente, na posição mais de fã que de colega, o que não é bem uma verdade, mas esgrime elegância e savoir-faire, poucas vezes encontrada nos egos espaçosos dos astros. Luiz Ayrão destila humor, quase sempre, como no show de Elis no Canecão de São Paulo – que ele fundou.

Recorda eventos que seriam varridos mais cedo, mais tarde, da memória coletiva. Como exemplo, a visita dos dirigentes da SOCINPRO com o cantor Carlos Galhardo ao Presidente João Figueiredo para pedir músicas ao vivo nas casas noturnas, então quase destruídas pela moda da discotèque. Eu, como leitor, já peço e clamo: que venha logo a sequência dessas memórias. Valiosas, necessárias. Além de saborosas e também úteis.
Ricardo Cravo Albin
Jornalista e escritor

Todos que gostam de Música Popular Brasileira, com certeza irão deliciar-se com esta coletânea de divertidas histórias vividas e contadas por algumas das geniais personalidades de nosso universo musical.

O autor Luiz Ayrão abre seu acervo de memórias, reunidas ao longo de 40 anos de vivência no meio artístico e narra de maneira bem-humorada histórias dos bastidores, desconhecidas pelo grande público, as quais presenciou ou soube por colegas de profissão.

Fruto de bate-papos descontraídos entre amigos, o livro relata situações surpreendentes, hilárias – acontecidas durante viagens, gravações e apresentações – vividas por artistas de variados gêneros como Roberto Carlos, Elis Regina, Sargentelli, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Jamelão, Cauby Peixoto, Tim Maia, João Nogueira e pelo próprio Ayrão, dentre tantos. Mais do que revelar o lado sagaz e irônico de artistas conhecidos, a obra resgata fatos que, de outro modo, se perderiam no tempo.

É sobretudo uma homenagem a todos os ídolos de nossa música. Luiz Ayrão, autor de clássicos da música brasileira como Nossa Canção e Ciúme de Você – sucessos na voz de Roberto Carlos – de Porta Aberta, Bola Dividida, O Lencinho e outros tantos, iniciou sua carreira literária em 2004 com o romance O País dos Meus Anjos: da descrença à fé – coincidências, sinais, evidências. Carioca do Lins de Vasconcelos, Portelense de coração, deixou a advocacia pela música e, hoje, comemora 40 anos de carreira, de muitos amigos, muitos sucessos e muitas histórias.