Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Flávio Moreira da Costa’

Contos de vampiro – Flavio Moreira da Costa – Organizador

A Editora Record está publicando o livro Contos de vampiro – com organização de Flávio Moreira da Costa que pode ser encontrado no site da submarino no link acima e tem a seguinte sinopse:

Antologista consagrado, Flávio Moreira da Costa reúne, em Contos de vampiros, 14 narrativas clássicas do gênero, traçando a gênese e o desenvolvimento desse mito que até hoje povoa o imaginário humano.Sete anos após publicar, pela Ediouro, 13 dos melhores contos de vampiros da literatura universal, Flávio Moreira da Costa volta ao seu manancial inesgotável de contos clássicos e pouco conhecidos. Desta vez, além de alguns textos incluídos em 13 dos melhores contos de vampiros, como “O quarto na torre”, de Edward Frederic Benson, e “A boa senhora Ducayne”, de Mary Elizabeth Braddon, Flávio inclui o pioneiro “Vampiro”, de John Polidori, a obra-prima “Berenice”, de Edgar Allan Poe, a primeira história de vampiro escrita na América Latina, de autoria de Horacio Quiroga, além de, pela primeira vez em português, “A família Vourdalak”, de Alexei Tolstoi.Equilibrando em sua seleção contos de diferentes épocas, países e estilos, Flávio nos mostra que, além dos modismos que volta e meia transformam a figura do vampiro em ícone pop, a imagem daquele que se alimenta da energia de outras pessoas tem um importante passado mítico e literário, base de sua até hoje atual força. Com encarnações na China antiga, na Babilônia, na Assíria, na Grécia e no Egito, até se sedimentar com John Polidori e Bram Stocker – na mesma época em que Mary Shelley escrevia Frankenstein –, a figura ficcional do vampiro se expandiu para grandes romances, como Drácula, contos brilhantes como “Berenice”, de Edgar Allan Poe, e inúmeros filmes, desde Norferatu, de Murnau, até Drácula de Bram Stocker, de Francis Ford Coppola. Nessa viagem, sempre representou para o homem o enigma da atração despertada pelo que à primeira vista é de medo e horror. É a beleza feia, de que fala Moreira da Costa na introdução.Flávio Moreira da Costa é gaúcho de Porto Alegre e Livramento e mora no Rio de Janeiro há muitos anos. Escritor premiado com mais de vinte livros publicados, entre romances, contos e ensaios, recebeu por duas vezes o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, em 1997 pelo romance O equilibrista do arame farpado e em 1998 pelo livro de contos Nem todo canário é belga.Um dos antologistas mais respeitados do país, publicou mais de vinte antologias de sucesso, entre elas Os cem melhores contos de humor da literatura universal (Ediouro, 2001), Os melhores contos que a história escreveu (Nova Fronteira, 2007), Os melhores contos de aventura (Agir, 2008) e Contos de crime – clássicos escolhidos (PocketOuro, 2008).Seus livros mais recentes são o romance Alma-de-gato, terceiro volume da Trilogia de Aldara – da qual já haviam sido publicados O país dos ponteiros desencontrados, finalista do Jabuti na categoria Romance em 2004, e Livramento, finalista na categoria Poesia em 2006 – e a antologia Os melhores contos da América Latina, ambos lançados pela Agir em 2008.

Anúncios

Flávio Moreira da Costa – Modelo Para Morrer

A Editora Record publicou na Coleção Negra, o livro Modelo Para Morrer de Flávio Moreira da Costa, que pode ser encontrado no link do site da Submarino acima e tem a seguinte sinopse:
Quem matou a modelo Jane April?, pergunta-se o repórter-detetive Dick Holmes, protagonista deste divertido e escrachado romance policial do talentoso Flávio Moreira da Costa.