Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Ed McBain – Traficante do Vício’

Ed Mcbain – Gratas Surpresas

Grata surpresa foi encontrar em um sebo em São Paulo 4 livros de autoria de Ed McBain, pseudônimo de Evan Hunter, três foram publicados pela Editora Nova Fronteira há muito tempo (1968) para vocês terem uma idéia o padrão de datilografia do livro é uma padrão de datilografia com linótipo, o mais novos nem sabem do que estou escrevendo, mais isso denota a simplesmente a minha tenra idade e os meus conhecimentos das publicações antigas.

Os livros em questão são: 80 milhões de olhos (Eighty Million Eyes) tradução de Leda Maria Miranda, uma das raridades encontradas que tem a seguinte sinopse: Podem oitente milhões de olhos testemunhar um assassinato? Como pode ser misterioso um crime visto por milhões de pessoas? As respostas estão neste romance policial, o primeiro volume da Coleção 87a. Distrito Policial. Os casos do 87o. DP, com o detetive Steve Carella à frente, tornaram mundialmente famoso o nome de seu autor. Ed McBain (pseudônimo de um escritor norte-americano que prefere o anonimato). Mcbain utiliza ao lado da ficção a rotina policial e as técnicas de investigação vigentes nos Estados Unidos, o que torna, as aventuras de Carella, Meyer, Kling e Harvilland absolutamente verídicas e empolgantes. 80 milhões de olhos é um livro que não se larga antes do fim.

O Traficante do Vício (The Pusher) tradução de E.Jacy Monteiro, outra raridade encontrada que tem a seguinte sinopse: A garota tinha muitos amigos… Ela precisa deles… Seu vicio era uma necssidade muito cara… Seus amigos iam de ricos homens de empresa a jovens caixeiros. Ela se econtrava com eles em escritórios luxuosos ou por trás dos balcões… Tudo corria muito bem até que um deles reservou para ela uma suíte no necrotério.

O Assaltante Educado (The Mugger) tradução de Carlos Evaristo M.Costa, outra raridade encontrada que tem a seguinte sinopse: Tinha ela dezessete anos. Era macia como um diamante bruto. E estava numa terrível enrascada. O guarda Kling só estava tentando ajudar: “Jeannie, uma menina bonita está sempre arriscada a ter más companhias.”Kling não tinha a menor idéia do quanto estava certo. Algumas horas depois a doce Jeannie foi achada no fundo de um despenhadeiro. Ela ainda era bonita, ainda tinha dezessete anos. Mas estava morta. Outro caso complicado para o 87o. Distrito Policial resolver. Mas um romance sensacional de Ed Mcbain, onde a realidade e a ficção são misturadas na dosagem certa para o suspense.

Através das orelhas destes livros identifiquei a existência do seguinte livro O Machado da Morte, um dia vamos achá-lo em algum sebo pelo país.

O 4o. livro que encontrei foi publicado por Europa America em Portugal com o título de Dia Escaldante (Heat) que tem a seguinte sinopse: O calor na cidade era sufocante. No seu apartamento, tão quente como o deserto do Sara, jazia Jerry Newman, pintor e marido falhado e agora, aparentemnte suicida. Mas duas coisas intrigavam Steve Carella. Por que motivo na noite mais quente do ano estava desligado o ar condicionado? E por que não havia nenhum bilhete de despedida? Aqui está Ed Mcbain. Melhor e mais quente do que nunca.