Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Brad Taylor’

Brad Taylor – O Primeiro Mandamento

A Editora Sextante está publicando o livro O Primeiro Mandamento de Brad Taylor que pode ser encontrado no site da submarino no link acima e tem a seguinte sinopse:
Uma negociação desesperada. Uma vingança planejada durante anos. E um homem que vai arriscar a própria vida para salvar sua família e seus amigos.
Era uma noite fria em Cuba. Na calada da noite, cinco dos mais perigosos terroristas do mundo são retirados de suas celas na baía de Guantánamo, embarcados num boeing 727 e secretamente libertados.
Seis meses depois, o agente contraterrorista Scot Harvath acorda bruscamente durante um ataque à sua casa e descobre que sua namorada, Tracy Hastings, foi baleada. Esse é apenas o começo do maior pesadelo de sua vida. Numa série de atentados cruéis que reproduzem as 10 pragas do Egito, um assassino frio e sanguinário está perseguindo e alvejando os parentes e amigos de Harvath.
Afastado das investigações por ordens diretas do presidente dos Estados Unidos, o agente se vê obrigado a montar sua própria operação para encontrar e punir o responsável pelos atentados.
Tudo se torna ainda mais confuso quando ele fica sabendo que o governo quebrou o primeiro mandamento da guerra contra o terror e negociou a libertação de cinco prisioneiros de Guantánamo. Agora, tão importante quanto descobrir a identidade do assassino é entender o que levou o presidente a tomar uma medida tão desesperada e por que ele não permite que os terroristas libertados sejam caçados.
Harvath vai arriscar tudo, até mesmo ser acusado de traição, para descobrir a verdade por trás dos atentados. Sua determinação vai arrastá-lo a um confronto direto com um dos homens mais perigosos do mundo e o obrigará a se fazer perguntas até então impensáveis sobre o governo e o país a que serviu durante toda a vida.
***
Egoísta, forte, inteligente, extremamente dedicado a seu país e um líder nato. Esse é Scot Harvath, um agente contraterrorista que, em diversas ocasiões, colocou seu patriotismo acima de tudo. Mas agora seu mundo foi virado de cabeça para baixo.
Ao lado do leito de sua namorada, Tracy Hastings, que entrou em coma após ser baleada em um atentado contra sua casa, Harvath desperta de mais um de seus pesadelos recorrentes. A culpa pelo que aconteceu a Tracy faz com que ele decida caçar o responsável por todo aquele horror.
No entanto, em um encontro pessoal com o presidente dos Estados Unidos, Harvath recebe ordens claras para ficar fora das investigações. Incapaz de acatar esta decisão, ele se vê obrigado a agir por conta própria.
Nesse meio-tempo, um segundo atentado acontece: dessa vez a vítima é sua mãe. O agente fica cada vez mais intrigado e determinado a encontrar o assassino que está perseguindo as pessoas que ele ama.
Ao descobrir que os ataques podem estar relacionados à libertação de cinco perigosíssimos prisioneiros de Guantánamo que o presidente está protegendo por alguma razão inexplicável, Harvath começa a questionar as organizações para as quais trabalhou a vida inteira.
Agora, ao mesmo tempo que persegue um dos homens mais perigosos do mundo, o agente precisa salvar sua própria pele. Acusado de traição, ele está sendo procurado por uma equipe especial da CIA e o presidente exige que seja capturado vivo ou morto.
O primeiro mandamento é uma aventura eletrizante, cheia de intrigas, que vai fazer com que o leitor não queira largar o livro até ter chegado à última página.