Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Anne Rice-Únicos’

Anne Rice – Violino

A Editora Rocco publicou há algum tempo, o livro Violino de Anne Rice que tem a seguinte sinopse:

A escritora gótica Anne Rice retorna ao romantismo selvagem de seus primeiros livros e atravessa séculos e continentes para contar a história de três carismáticas figuras, sensíveis e ligadas entre si por uma arrebatadora devoção à música. Violino se move de uma Viena do século XIX para uma moderna Nova Orleans, passando também por um irresistível e sedutor Rio de Janeiro onde sonhos assumem formas diferentes, pessoas se comunicam com espíritos, santos e deuses se fundem em altares dourados.
A personagem feminina é Triana, uma viúva que sonha em ser uma grande artista, mais especificamente uma musicista. Sua paixão pela carreira a conduz a um embate com um romântico e atormentado jovem violinista, Stefan. E especialíssimo: ele é imortal. Stefan utiliza seus dons e o violino mágico para comprometer e dominar as emoções de suas presas. O terceiro personagem só aparece de forma virtual, mas constante: é o espectro de Ludwig von Beethoven.
O dramático entrelaçamento das ambições, sonhos e desejos de Triana e Stefan os arrasta para uma terrificante esfera sobrenatural, povoada de reminiscências, delírios, fantasias, horrores e terríveis verdades. A princípio vítima do feitiço do violino mágico de Stefan, seduzida por ele, Triana vai se libertando aos poucos para compreender a força da música e a luta pela própria vida.
Fortíssimo em emoções, Violino captura a paixão vulcânica de seus personagens através de um estilo narrativo fascinante. É um autêntico Anne Rice.

Anne Rice – O Servo dos Ossos

A Editora Rocco é editora de Anne Rice no Brasil e publicou o livro O Servo dos Ossos que tem a seguinte sinopse e pode ser encontrado no link da Submarino acima.

Depois de ter criado os fantásticos universos dos vampiros, das Bruxas Mayfair e até da múmia de Ramsés, a autora envereda por outra saga no terreno do oculto. Seu herói é um judeu chamado Azriel, o fantasma, servo dos ossos. Azriel é um viajante imortal, poderoso, inteligente e tão sedutor que conquistou o coração da própria escritora. Ela se declarou tão entusiasmada com o personagem que até pensou em fazê-lo ocupar o espaço de Lestat, sua criação mais famosa.
Como Lestat, Azriel se rebela ao ser transformado em imortal por feiticeiros com objetivos maléficos. Ele vaga pelos séculos sem nunca estar nefesh — ou seja, com o corpo e a alma juntos. Azriel nos revela sua impressionante história desde a juventude na Babilônia, passando pela Europa da Idade Média até chegar a Manhattan dos anos 90, onde volta a encontrar seu destino.
O personagem irá confrontar-se com um ambicioso e carismático multibilionário, o televangelista e terrorista Gregory Belkin — uma versão atualizada dos seus demoníacos inimigos. Ele terá que usar todos os seus poderes para conter uma conspiração que coloca o mundo em risco.
Antes de começar a escrever o livro, Anne Rice realizou uma profunda pesquisa sobre as origens e evolução da cultura hebraica, desde antes da Babilônia até a imigração para a América durante a Segunda Guerra Mundial. Como conseqüência natural, O servo dos ossos está recheado de referências judaicas, como a Cabala. Rice foi ainda mais cuidadosa do que em Memnoch, crônica vampiresca que deu origem a diversos protestos de católicos — no livro, o vampiro Lestat encontra com o diabo e tem uma nova visão dos papéis do demônio e de Deus.

Anne Rice – Chore para o Céu

A Editora Rocco é editora de Anne Rice no Brasil e publicou o livro Chore para o Céu que tem a seguinte sinopse e pode ser encontrado no link da Submarino acima.

Século XVIII. A ópera é a arte do encantamento e conquista a todos com sua grandiosidade e paixão. Nápoles e Roma são capitais da novidade, mas nenhuma cidade consegue superar Veneza em pompa e sedução, com seus palácios e máscaras de carnaval. É nesse cenário que Anne Rice ambienta Chore para o céu, a história de dois castrati: Tonio e Guido, seu mestre.
O público que se acostumou às tramas de Rice, tendo como pano de fundo uma sinistra e mágica Nova Orleans, dificilmente se surpreenderá com este livro, que mostra uma fase anterior da “rainha do gótico moderno”. Em lugar da atmosfera sufocante de Entrevista com o vampiro, o leitor vê-se envolvido por uma estética mais rococó. Em lugar de deletéria sensualidade, há o erotismo mais explícito, próximo de sua primeira fase literária, quando, sob pseudônimo de A.N. Roquelaure, assinou uma trilogia cult de sadomasoquismo.
Contando a trajetória de Guido Maffeo, de sua castração, aos 6 anos, até seu apogeu como estrela do canto lírico, Chore para o céu enfrenta a dualidade da condição dos castrati – corpo de homem e voz feminina.
Uma das obras mais singulares da autora, nada escapa neste livro ao talento de Rice. Dos bastidores de intriga e inveja, às relações da arte com a aristocracia e o clero, passando pela Itália dividida em cidades-estados, e aterrorizadas por milícias estrangeiras. Em tudo que faz, sua marca registrada: paixão exacerbada, fina observação, humor cortante e um delírio imaginativo que lhe garante entusiastas no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

Anne Rice – A Múmia

A Editora Rocco é editora de Anne Rice no Brasil e publicou o livro A Múmia que tem a seguinte sinopse e pode ser encontrado no link da Submarino acima.

Arqueólogo descobre tumba esquecida onde repousa empoeirada múmia. A múmia volta à vida real e sai assombrando o mundo, presa de terrível maldição. Nas mãos de Anne Rice, o que poderia ser uma trama juvenil, torna-se ficção eletrizante. Os seres encantados de seu livro, não só desafiam qualquer lei da física e da biologia, como transtornam a vida dos inocentes ou perversos mortais que vão encontrando pelo caminho.
Ramsés II não morreu. Burlando a história, faz enterrar alguém em seu lugar, ingere um elixir da eternidade e sai vagando pelo mundo da Antigüidade, até encontrar, muitos séculos mais tarde, o grande amor de sua existência: Cleópatra, a rainha que seduziu Júlio Cesar, Marco Antonio e a imaginação dos homens que vieram depois deles. Despertado do sono a que se condenou pelo arqueólogo e armador Lawrence Strafford, ele acaba na Londres eduardiana nos braços da bela Julie, filha de Strafford, amor que vem desafiar, em intensidade, o que ainda sente por Cleópatra.