Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Arquivo para a categoria ‘Agatha Christie-LPM Pockets’

882 – Agatha Christie – Depois do Funeral


A Editora L&PM está publicando Depois do Funeral de Agatha Christie que tem a seguinte sinopse:

Na mansão dos Abernethie, após a morte do patriarca, o advogado da família, sr. Entwhistle, procede à leitura do testamento. Quando ele está prestes a revelar como a herança será dividida, uma frase dita pela irmã do falecido milionário deixa todos pasmos: “Mas ele foi assassinando, não foi?”. Até então ninguém questionara as causas naturais da sua morte. A situação se agrava em seguida com o assassinato violento de um dos presentes na leitura do testamento… Só resta uma saída ao sr. Entwhistle: ligar para o velho amigo Hercule Poirot.

Anúncios

26 – Agatha Christie – Assassinato na Casa do Pastor

A L&PM acaba de lançar na série L&PM Pocket no. 868 – o livro de Agatha Christie que tem a seguinte sinopse:

Em plena forma como aqui, Agatha Christie é difícil de superar. Saturday Review of Literature St. Mary Mead. Um pacato vilarejo onde há quinze anos não ocorre um homicídio e onde as Assassinato na Casa do Pastor pessoas discutem a vida alheia tomando chá. Quando um sangrento crime acontece em plena casa do pastor, o alvoroço é grande. O arrogante inspetor Slack é escalado para investigar o caso. O mistério também intriga uma discreta moradora que gosta de jardinagem e de observar pássaros de binóculo, mas cujo principal hobby é o estudo do comportamento humano: Miss Marple. A estreia da sagaz velhinha, o aparecimento de personagens inusitados e a engenhosidade da trama fazem deste romance de 1930 um dos clássicos de Agatha Christie.

25 – Agatha Christie – O Mistério de Sittaford

A L&PM Pocket está lançando O Mistério de Sittaford de Agatha Christie (860) que tem a seguinte sinopse:

Na remota localidade de Sittaford, prestes a ser assolada por uma poderosa tempestade de neve, um grupo de vizinhos reunidos na imponente mansão que dá nome ao lugar resolve se entregar a um passatempo excitante e aparentemente inofensivo: uma sessão espírita improvisada. O que deveria ser uma distração sem maiores consequências assume tons sombrios quando a mesa dos espíritos soletra o nome de um conhecido de todos os presentes, seguido da palavra “assassinado”. Trote de mau gosto ou um aviso sobrenatural? Em mais um de seus engenhosos romances, Agatha Christie surpreende os leitores com a narrativa misteriosa de um crime que teoricamente não poderia ser cometido.
“O mistério Sittaford está acima dos já altos padrões da autora e pode ser comparado a O assassinato de Roger Ackroyd. Um dos melhores que ela já escreveu.”The New York Times

23 – Agatha Christie – Portal do Destino


A Editora L&PM lançou Portal do Destino de Agatha Christie que tem a seguinte sinopse:

A dupla Tommy e Tuppence até pensava em se aposentar. Decidiu comprar uma casa no litoral inglês e abandonar a vida de contra-espionagem. E os planos iam muito bem, até que Tuppence decide organizar os livros que estavam na velha e charmosa casa para a qual se mudaram. Ao abrir A flecha negra, de R. L. Stevenson, ela se depara com uma estranha mensagem: “Mary Jordan não morreu de morte natural”. A investigação leva Tommy e Tuppence a um crime ocorrido há 50 anos atrás revela perigos maiores do que os buracos no assoalho da casa.

A Rainha do Crime mostra nesse livro que, mesmo com a dificuldade de escrever – o livro foi todo gravado em um ditafone e depois transcrito –, mantinha sua capacidade de costurar diversas referências. Se em Sócios no crime (lançado pela L&PM em janeiro) a autora dá a Tommy e Tuppence técnicas de investigação e o estilo de detetives famosos, como Sherlock Holmes e Hercule Poirot, em Portal do destino ela insere na narrativa referências de itens citados em sua autobiografia. Publicada em 1973, a obra coroa a saga do casal de detetives, com histórias recheadas de diálogos espirituosos, gosto pelo perigo e inesgotável juventude.

No começo de 2010, a L&PM editores adquiriu os direitos de mais 29 obras de Agatha Christie, entre elas, outros dois títulos da dupla Tommy e Tuppence: M ou N? e Um pressentimento funesto.

22 – Agatha Christie – Sócios No Crime

A Editora L&PM lançou Sócios no Crime de Agatha Christie que tem a seguinte sinopse:

Para quem está acostumado com Hercule Poirot e Miss Marple pode ser um choque conhecer a dupla Tommy e Tuppence. No segundo livro como protagonistas, este casal de ex-detetives tenta se adaptar à vida fora da ativa. Tommy tem um trabalho administrativo junto ao Serviço Secreto Britânico, enquanto Tuppence cuida da casa. Mas essa vida pacata parece estar com os dias contados quando o chefe da Inteligência Britânica lhes propõe recolocar em operação a Agência de Detetives Internacional.
Para resolver cada caso, Tommy e Tuppence se baseiam em métodos de variados e célebres detetives, como Sherlock Holmes, de Conan Doyle; padre Brown, de Chesterton, e o próprio Hercule Poirot. Com muito bom humor, Agatha Christie faz uma reverência aos grandes investigadores da história da literatura.

21 – Agatha Christie – Um gato entre os pombos

A L&PM está lançando Um gato entre os pombos de Agatha Christie que tem a seguinte sinopse:
Hercule Poirot se depara com duas histórias geograficamente distantes: um príncipe de Ramat, no Oriente Médio, tenta manter suas joias a salvo enviando-as para a Inglaterra através de seu piloto. Antes que elas cheguem ao seu destino, algo inesperado acontece no trajeto. Bem longe dali, na tradicional escola para meninas Meadowbank, um assassino aterroriza alunas e professoras. Preocupadas em descobrir o criminoso, elas chamam o brilhante detetive criado por Agatha Cristhie, Hercule Poirot, que logo descobre que os dois casos tão distantes podem estar mais próximos do que se imagina.

20 – Agatha Christie – Os Crimes ABC

A L&PM está publicando na série Pocket no. 827, o livro Os Crimes ABC de Agatha Christie que tem a seguinte sinopse:

Há um serial killer à solta, matando suas vítimas em ordem alfabética. A única pista que a polícia tem é um macabro cartão de visitas que o assassino deixa em cada cena do crime: um guia ferroviário aberto na cidade onde a morte acontece.

A Inglaterra inteira está em pânico com a sucessão de crimes – A: Alice Ascher, em Andover; B: Betty Barnard, em Bexhill; C: Sir Carmichael Clarke, em Churston – e o assassino vai ficando mais confiante a cada morte. Seu único erro é pôr à prova o orgulho de Hercule Poirot, um erro que pode ser mortal.