Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Acabei de ser relançado, agora em edição Cia de Bolso pela Companhias das Letras, o livro A Identidade de Milan Kundera, que tem a seguinte sinopse:
Chantal, uma bela mulher mas não tão jovem, descobre na praia um mundo que não lhe agrada: os homens lhe parecem ridículos, infantilizados, voltados só para os filhos. São todos “papais”, desprovidos de qualquer encanto erótico. Fazendo graça, ela diz a si mesma: “Vivo num mundo em que os homens já não se viram para me olhar”. Logo depois ela repetirá essa frase a seu companheiro, que será invadido por um sentimento de compaixão pela mulher amada. Jean-Marc sabe que os olhares do amante não costumam bastar a uma mulher: a confirmação de um núcleo muito profundo da intimidade feminina parece depender de homens desconhecidos. Pouco a pouco Milan Kundera levará Chantal e Jean-Marc para a fronteira invisível que separa o real e o sonho, construindo um pesadelo em que o mais assustador será perder a identidade do outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: